RESENHA: LYKAIONAS - The Diabolical Manifesto
21/12/2018 20:00 em Resenhas

 

 

 

LYKAIONAS - The Diabolical Manifesto

Label: HAMMER OF DAMNATION - Clique aqui para acessar o site               




HISTÓRICO

Formada por Porphyrion (KAWIR, CULT OF EIBON, ACHERONTAS) e Melanaegis (KAWIR), a LYKAIONAS é uma das revelações do Black Metal grego. Seu primeiro registro foi um split com a também grega NERGAL em 2009. O primeiro álbum, "Luciferian Fullmoon Necromancy" seria lançado apenas em 2016. 

Seu mais recente álbum, "The Diabolical Manifesto", foi lançado oficialmente no dia 30 de julho de 2018 pela gravadora HAMMER OF DAMNATION. 

 

ANÁLISE

Dois anos após o excepcional "Luciferian Fullmoon Necromancy", os gregos da LYKAIONAS estão de volta com seu segundo álbum.

A expectativa para "The Diabolical Manifesto" era grande, já que tanto Porphyrion (vocais) quanto Melanaegis (guitarras, baixo e teclados) haviam produzido uma das maiores revelações vindas da Grécia. E essa expectativa é atendida neste álbum.

O começo brutal de "The Chalice of Sin" faz, de cara, deste uma verdadeira preciosidade. Toda a agressividade que deve ser presente em um álbum de Black Metal compõe esta faixa. Uma brutalidade instrumental (tendo como início o fudido andamento de bateria de Hyperion - parceiro dos membros na KAWIR) criando o clima perfeito para os vocais doentios de Porphyrion (sem dúvida alguma, um dos maiores vocalistas da atualidade). Lá pela metade da música, o andamento mais cadenciado deixa tudo ainda mais magistral. Um arregaço não indicado para almas desavisadas!

Mal tenho tempo para recuperar-me deste primeiro tormento, "Ravens of the Burning God" começa nos falantes. 

E aqui temos a certeza da grandiosidade da LYKAIONAS.

Toda a agressividade da música passada está presente aqui, além de um andamento bem mais cadenciado e riffs memoráveis. 

O ponto alto do álbum chega em "The Serpent Gate of Lamasthu". Já divulgada anteriormente (inclusive em primeira mão na Dark Radio), esta faixa está entre as melhores já compostas pela banda. 

Uma pequena introdução semi-acústica serve como ponte para uma faixa épica, remetendo às grandes obras helênicas.

Para aquele fã do metal tradicional grego, esta é a faixa que arrancará suspiros!

A extrema qualidade dos músicas já foi posta à prova. Mas aqui ultrapassam tudo que vimos como coesão e técnica. Hyperion beira o sobrenatural assim como as guitarras de Melanaegis. São tantos riffs e solos destilando o caos que a insanidade de Porphyrion encontra o clima perfeito para a destruição. Oito minutos de absoluta supremacia underground!

Terceira faixa do álbum e sua aquisição já foi justificada. E ainda tem mais pela frente.

E aqui, abro parênteses: Apesar dos membros da LYKAIONAS já terem passado por grandes e cultuadas bandas gregas, aquela sonoridade típica não é o principal atributo da banda. Até percebemos algumas dessas características aqui e acolá, mas o som da LYKAIONAS é muito mais que isso. Soa como se as bandas clássicas tivessem encontrado a brutalidade e a rapidez do Black Metal de outras paragens. Isso faz com que acabem soando como a banda interessante que é.

O nível continua elevado em "A Cosmic Invocation to the Black Abyss". Sua primeira metade traz aquela brutalidade comum da LYKAIONAS, onde o instrumental despeja todo o ódio decantado por Porphyrion em um ritmo alucinante. Já na segunda metade, quando penso que o clima será mais ameno, sou agraciado por uma sonoridade única, típica do metal extremo helênico. Um dos melhores momentos do álbum. Inesquecível!

"Necromanteion", a mais longa do álbum é também a derradeira. Seu começo incita o ouvinte a uma viagem pelas profundezas já nos primeiros segundos. E a insanidade se faz presente ainda mais no decorrer desta longa viagem. Porém, como já é comum aqui, a partir da segunda metade da música as coisas ficam ainda mais perfeitas. Poucas bandas conseguem criar esse clima demoníaco: seja nas partes agressivas ou nas partes mais "melódicas".

 

 

VEREDITO

Pouquíssimos álbuns vindos da Grécia não são recomendados por mim. Independente da vertente do Metal Extremo, as bandas gregas possuem algo único que as tornam mais que interessantes. E a LYKAIONAS consegue ser uma das maiores revelações vindas daqueles lados. "The Diabolical Manifesto" consegue ser ainda mais impressionante que "Luciferian Fullmoon Necromancy".

Se você é um amante do Black Metal grego, este álbum é obrigatório.

Agora, se você é um amante do que há de melhor no underground mundial, este álbum é indispensável.

  

ATENÇÃO

Além da versão em cd, a HAMMER OF DAMNATION também produziu uma tiragem ultra-limitada do cd com o logo da banda impresso na caixa acrílica. 

Está disponível também em versão cassete (em quatro cores diferentes) e, em breve, disponível em vinil.

Este empenho da gravadora reforça ainda mais o que disse: "The Diabolical Manifesto" já nasceu clássico!

 

(Daniel Aghehost)

 

 

 

 

Track-List

1.The Chalice of Sin

2.Ravens of the Burning God

3.The Serpent Gate of Lamashtu

4.A Cosmic Invocation to the Black Abyss

5.Necromanteion

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!