Quinta-feira, 31 de março de 2016 às 8:35 em Resenhas
RESENHA: AD BACULUM - Opening the Abyss

Ad Baculum - Operning the Abyss

 

"Opening the Abyss", terceiro registro da AD BACULUM, é um disco certeiro para aqueles que reverenciam o Black Metal feito por hordas como Archgoat, Beherit e congêneros.

Sabe aquele Black Metal pesado e arrastado, ora violento, ora cadenciado? Tudo isso está presente neste álbum.

O disco abre de forma magistral com "Cannibal Congregation". Impossível não se levar pelo clima denso da faixa. Grande trabalho das guitarras de Inquisitor. Aliás, as guitarras se destacam muito nesse disco. Quando você se acostuma com o ritmo cadenciado da faixa, logo vem "Landscape of Tears" e velocidade. Que faixa!

Mal respiramos e "Bloodthirsty" toma seu aparelho de assalto. Voltamos àquele clima do verdadeiro Black Metal tão escasso hoje em dia. E quando achamos que o disco seguirá nessa toada, "Dissection of Souls" (uma das mais rápidas do disco) mostra todo o poderio da AD BACULUM. Seja numa levada mais cadenciada ou totalmente agressiva, estamos diante de uma banda que prega os verdadeiros valores do Black Metal, sabendo como criar um clima denso sem soar falso. 

Impressionante! Estamos apenas na quarta faixa e tive que voltar ao início para ouvir novamente, tamanha a qualidade desse álbum.

"The Man Who Defied God" começa (sem perder tempo) naquele riff que parece nortear o disco inteiro (e que fica em sua cabeça). Toda a parte lírica do álbum merece destaque, já que está bem superior aos discos passados, mas a letra desta faixa destaca-se das demais. 

As coisas voltam a ficar rápidas em "Those Whose Down From Paradise", mostrando que não importa em qual estilo seguir, a AD BACULUM consegue imprimir o clima necessário independente da velocidade de suas canções. 

Seria um crime não mencionar também os destaques da cozinha, conduzida aqui por Lord Hades (Meugninousouan - Baixo e Vocais) e Renato Corpse (Bateria). Uma coesão incrível.

O disco fecha com a densa instrumental "Lucifer Archangel and His Magnitude", mostrando todo o poder de fogo da AD BACULUM.

Alguns álbuns precisam de várias audições para que possamos admirá-los. "Opening the Abyss" não precisa mais que alguns minutos para que você perceba que este é um dos melhores lançamentos que o Black Metal nacional já produziu. Ponto positivo para a Hammer of Damnation por ter lançado esta verdadeira obra de arte!

Que venham mais!

(Por: Daniel Aghehost)

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!