Quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016 às 16:38 em Resenhas
RESENHA: BLACKDEATH - Totentanz (2016)

Blackdeath - Totentanz

 

De uns tempos pra cá, o Black Metal tem mudado demais como estilo musical. Muitas bandas incorporaram elementos de outros estilos e trouxeram para este que sempre foi o "estilo maldito" do metal.

Para felicidade dos seguidores do Metal Negro, algumas bandas continuam empunhando o estandarte do verdadeiro Black Metal. E podemos dizer que uma delas é a russa BLACKDEATH!

Oriunda da cidade de São Petersburgo, a horda teve início no ano de 1998 (antes disso a banda já existia, porém com outras denominações) e já possui uma extensa discografia, com oito lançamentos sendo "Gift" (Heidens Hart Records - 2015) seu último petardo até então.

Até então, pois no finalzinho de 2015 uma união entre a holandesa Heidens Hart e a brasileira Hammer of Damnation resultou em "Totentanz".

Contendo materiais gravados pela banda entre 2003 e 2005, "Totentanz" contém faixas obscuras da banda, lançadas até então apenas em splits na época (com a francesa MORTIFERA em 2004 e a americana LEVIATHAN em 2005). E que verdadeiro trabalho arqueológico!

Graças a esse lançamento podemos apreciar faixas raras da BLACKDEATH, como as agressivas "Wenn der vierte Mond fällt" e "Totenburg", a excepcional "Bis Zum Grabe" (com seu riff hipnótico) e as malditas "Posaunenruf" e "Blut und Asche". Um álbum matador!

Menção honrosa também para a excelente parte gráfica do play. Um digipack feito com todo o cuidado para que você tenha uma obra-prima do Metal Maldito em sua casa.

Álbum indicado apenas para apreciadores de tudo de mais profano já concebido pelo verdadeiro Black Metal.

Se sua alma é doentia, este disco é para você.

 

Por: Daniel Aghehost

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!